In Bebidas Drinque drinque refrescante GASTRONOMIA receita de drinque Vaporetto Container Bar VÍDEOS

Vaporetto drinque

Com uma carta de drinques ampla, o Vaporetto Container Bar é uma boa opção para o happy hour


A recente entrada do Vaporetto Container Bar na lista de opções para almoço não muda o foco do local, que começou a escrever sua história com a Cidade na noite. A partir das 17h, religiosamente, o barmann da casa, Bruno Zamba monta sua praça e só a desmonta depois do último drinque pedido. E na lista dos mais solicitados, a liderança absoluta é da mistura que leva o nome da casa, uma informação que muito anima Zamba. "Ainda há uma cultura de que o drinque é aquela batida com leite condensado. Quando começamos todo mundo só queria pedir caipifruta e ainda queriam que eu colocasse leite condensado, o que eu não faço. Com o tempo, apresentando aos clientes, com algumas cortesias, mudamos isso. As vezes chegam pedidos de uma mesa grande e nenhum é caipifruta", explica Bruno.


 DSCN0205

 

Com um média de 80 a 150 drinques por noite, o barmann se preocupa em mudar inclusive a forma de apresentação de seus drinques."Você tem que ter cuidado ao experimentar, não é todo mundo que vai entender porque você está servindo em um pote de conserva. Acabamos de comprar canecas de alumínio para servir uma receita que já está na carta (o Matuto, mistura com cravo da índia, rapadura, cachaça orgânica e limão siciliano)",  avisa Bruno, que explica que além da temática, inspirada em sua avó, que nasceu e cresceu no interior da Paraíba , diz que o alumínio tem uma forte influência no aroma e sabor da bebida. "Ele ajuda a soltar mais sabor".

Para o Mon Dieu!, Bruno ensina a receita do Vaporetto:


 

 

 

Related Articles

0 comentários:

Postar um comentário

nao apagar!!!

Nome

E-mail *

Mensagem *